16 Mar Honra aos que já

Honra aos que já

 

Honra aos que já se mediram com a morte

e, vencidos por ela,

são por isso mesmo vencedores,

pois enfim chegaram ao lugar

que lhes esteve desde sempre prometido.

 

Honra aos que já viram o que a vida ocultava,

e – porque a língua se lhes gelou na boca –

não puderam dar voz ao seu espanto.

 

Honra aos que já estão sentados

na berma da eternidade

esperando um autocarro que talvez

passe por ali ou talvez não.

 

E entretanto, para matar o tempo,

vão dando o mesmo nome à luz e às trevas.

 

A.   M. Pires Cabral, As Têmporas da Cinza, 2008



Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.